Brachiaria Brizantha CV Xaraes (MG-5 - Vitória - Toledo)

Home - Produtos - Brachiaria Brizantha CV Xaraes (MG-5 - Vitória - Toledo)

Da família das gramíneas, a Xaráes, também conhecida por MG-5, Toledo e Vitória, é mais resistente à seca e ao frio, pois seu ciclo mais longo faz com que a disponibilidade de massa verde seja prolongada. Além dessa qualidade, possui alto teor proteico e maior produção de massa verde. A MG-5 possui uma ampla adaptação edafoclimática e pode ser recomendada para regiões com 4 a 5 meses de seca e regiões com precipitações de mais de 3.000 mm anuais.

Mesmo que adapte a solos ácidos e arenosos, este cultivar apresentou as melhores produções em solos de média a alta fertilidade, vegeta muito bem em solos arenosos e possui boa adaptação a solos de má drenagem. Durante as secas apresentaram mais folhas verdes que as cultivares Marandu e MG-4 de B. brizantha.
A rebrota após o pastejo da cultivar MG-5 superou a rebrota da Brachiaria brizantha cultivar Marandu. Por ser um cultivar de ciclo tardio (demora a florescer) o uso desta pastagem durante o período chuvoso deve ser bastante intensificada, com alta pressão de pastejo (produção de forragem x quantidade de animais). Por apresentar florescimento tardio, a sua adaptação ao período seco é bem melhor também.

Nome científico: Brachiaria brizantha
Cultivar: MG-5 Vitória
Fertilidade do solo: Média e alta
Forma de crescimento: Touceira decumbente
Altura: 1,0 a 1,6m
Utilização: Pastejo direto, silagem e fenação
Digestibilidade: Excelente
Palatabilidade: Boa
Tolerância à seca: Alta
Tolerância ao frio: Média
Teor de proteína: 9 a 13% na MS
Profundidade de plantio: 1 a 2 cm
Ciclo vegetativo: Perene
Produção de forragens: 10 a 20 t/ha/ano de matéria seca
Cigarrinha das pastagens: Média resistência

faça seu pedidoCotação

Desde 1989 Vendendo Resultados em Sementes Forrageiras!

Desenvolvido por goutnix.com.br