Ir para o topo
Suprareal Sementes

(46) 3543-4343

Você está em: InícioNotícia

Capim Vaquero, Versatilidade e nutrição em um só produto

Imagem 1
O Capim Vaquero é uma forrageira muito versátil, uma vez que pode ser utilizada na alimentação de todos os animais herbívoros e onívoros, por se tratar de uma pastagem que possui ciclo de rotação de 28 dias.
Existem dados sobre a excelente produtividade de Capim Vaquero em sistema rotacionado. Pode-se citar um experimento realizado pela EMBRAPA com o Gado de Leite: Foram mantidas 5 vacas leiteiras com peso médio de 570 kg estas produziram cerca de 25 a 30 kg de leite/ dia com suplementação de apenas 3 kg/dia de concentrado. Este caso ilustra bem o potencial produtivo do Capim Vaquero em pastejo rotacionado.
Aqui no estado de Goiás, na cidade de Morrinhos, existem vários produtores obtendo mais de 50.000 kg de leite/por hectare/ano, com Capim Vaquero irrigado e gado de genética de ponta.

Você busca por melhores resultados? Acerte no alvo, compre Vaquero.
Imagem 1

Há milhares de anos os cavalos se alimentam preponderantemente de pastagens. Seu sistema digestivo adaptou-se para transformar as pastagens em energia e proteína para o seu organismo. Na busca por melhores resultados, uma vez que a utilidade dos equinos se desenvolveu, deixando de serem apenas animais para trabalhos pesados e se tornando animais de lazer e esporte.
Na busca por melhores resultados, passamos a fornecer alimentos concentrados aos cavalos, utilizando fontes que por vezes são incompatíveis com o aparelho digestivo dos equinos, ocasionando diarreias e cólicas. Além disso, as exigências das criações equinas nos dias de hoje, obriga-nos a oferecer ao cavalo alimentos de qualidade superior, pois somente assim nossas exigências serão cumpridas.
Logo, ofertarmos ao cavalo alimentos “comuns”, sem grandes diferenciais, ele irá sobreviver e uma égua irá gerar potros, porém esses potros serão de padrão, estatura e desenvolvimento inferior aqueles que receberam um alimento diferenciado.
O cavalo é um monogástrico, mas por possuir características particulares, está classificado como “Herbívoro não Ruminante”. O primeiro compartimento, o estômago é pequeno (apenas 9 % do total). Isso implica que o equino deve se alimentar várias vezes ao dia. Outra particularidade é a importância do ceco e cólon (70 % do total) onde ocorrem fermentações que permitem o aproveitamento das fibras.

Capim Vaquero – Alta palatabilidade e fácil digestão.
Imagem 1

As necessidades de fibras longas na alimentação de bovinos e equinos auxiliam a digestão junto ao aparelho digestivo. Fibras longas são aquelas provenientes de volumosos não triturados em pequenas porções, isto é, para uma boa digestão, devemos administrar o alimento na forma mais natural possível.
O efeito de lastro das fibras possui uma relação inversa à sua digestibilidade. As fibras indigestíveis estimulam o peristaltismo (movimento de alças intestinais), contribuindo fortemente para evitar indigestões e auto intoxicações. Por isso é muito importante a oferta de uma pastagem de qualidade que irá beneficiar o posicionamento do trato digestivo.
Em se tratando de cavalos, esta alta palatabilidade faz com que os equinos consumam o capim vaquero em grandes quantidades independentes da forma como este é ofertado aos animais, no entanto na forma de piquetes os animais além de terem a sua disposição um alimento de qualidade, podem permanecer livres maior parte do tempo e mesmo assim alimentando-se adequadamente.
O capim Vaquero possui teor de proteína que pode variar entre 14 e 33 % dependendo de seu estágio de crescimento, outra característica louvável desse capim é seu teor de NDT que gira em torno de 68 % portanto tem o mesmo NDT de silagem de milho prestando se a produção de feno e silagem de excelente qualidade.
Por Suas características, o capim vaquero é entre todos os do gênero Cynodon o que possuem maior resistência a temperaturas extremas, produzindo mais que os híbridos Tifton nas temperaturas baixas do Rio Grande Sul e na estação das secas no Centro Oeste.
Aos animais estabulados o Capim Vaquero deve ser oferecido na forma de feno ou silagem, por sua alta palatabilidade é muito bem aceito pelos animais sendo, portanto uma ótima fonte de fibra longas que possibilitam um melhor funcionamento do aparelho digestivo dos cavalos.
Escolha uma forrageira que cresça no sentido certo.
Imagem 1

No Brasil pode-se produzir volumoso de qualidade elevada e baixo custo, esse alimento deve ser encarado como a melhor fonte de nutrientes para equinos. No caso da recomendação de um Capim para uso em sistema de produção de equinos, devemos avaliar como esses animais se alimentam, ou seja, seus hábitos de pastoreios e sua fisiologia digestiva.
O pastoreio dos equinos consiste na apreensão dos alimentos pelo lábio superior usando os dentes para o corte da forragem e movimentos de cabeça. Portanto como este pastejo é feito rente ao solo, é importante que se escolha uma forrageira que cresça neste sentido.
Porque comprar o capim vaquero?
Imagem 1

Analisando todos os fatores expostos anteriormente podemos concluir que o melhor Capim para equinocultura nacional é o Capim Vaquero, sendo que:

- Pode ser implantado do sul ao norte do País com o maior período de utilização entre todos os capins;
- Possuir arquitetura folhar adequada ao pastejo equino;
- Alto teor de NDT e proteína tanto em pastejo quanto em feno e silagem;
- Alta palatabilidade, o efeito de lastro das fibras possui uma relação inversa à sua digestibilidade. As fibras indigestíveis estimulam o peristaltismo (movimento de alças intestinais), contribuindo fortemente para evitar indigestões e intoxicações, muito bem aceito por animais tanto em pastoreio como em forma de feno.
Três formas de trabalhar com o Capim Vaquero.
Imagem 1

- Silagem: Capim Vaquero se adapta muito bem à sua utilização para silagem, por apresentar uma produtividade igual à do milho e por ser mais resistente às secas. - Formação: Por suas características é uma planta que tem um percentual mais elevado de folhas do que de talos. Produz um feno de qualidade muito superior ao Tifton 85. Atingindo valores de 17 % de proteína e 65% de NDT no feno.
- Plantio em Piquetes: Este método de produção é utilizado em equinocultura, pelas suas características agronômicas e bromatológicas, é muito produtiva e eficiente, sendo utilizada por uma grande quantidade de Haras em todo Brasil.
Sete dicas para um plantio de sucesso.
Imagem 1

O Capim Vaquero é uma das melhores pastagens existentes no mercado, mas há necessidade de seguirmos algumas indicações para garantirmos uma melhor implantação da forragem relativo a adubação:
– Saturação de bases: Deve-se elevar para 60%;
– Fósforo: Há necessidade de fazer uma correção de fósforo no solo antes do plantio;
– Potássio: Sempre que o solo apresentar teor de K (Potássio) menor que 1,2 MgMol/Dm3 deve-se aplicar de 48 a 60 kg/Ha de K2O (Óxido de Potássio) e 80 a 100 kg/Ha de KCl (Cloreto de Potássio);
– Micronutrientes: Fazer correção de micros em área total, principalmente do elemento Zinco;
– Nitrogênio: A cada saída do gado no pastoreio rotacionado, deve haver a reposição de 25 kg/Ha de Nitrogênio (60 kg de Ureia) por corte. Assim no caso de fenação, devemos repor para cada tonelada de feno colhido, 9 Kg de Nitrogênio;
Assim, para colocar enxofre, devemos utilizar pelo menos ocasionalmente Sulfato de Amônia;
– Potássio: Um nutriente que jamais deve ser deixado de lado é o Potássio, afinal, é um componente muito transportado, tanto em pastoreio quanto em fenação. Logo o mais adequado é que estas reposições sejam feitas de forma parcelada, pois é um elemento muito lixiviável, sua reposição deve ser de acordo com a análise de solo;
– Cálcio e Magnésio: Aplicação anual de calcário em cobertura repõe este dois nutrientes. Claro, além de manter PH do solo. Com base nestas práticas o pecuarista deve atingir total êxito a fim de desfrutar de todo potencial produtivo do Capim Vaquero.

Fonte: http://www.blogconexaorural.com/capim-vaquero-versatilidade-e-nutricao-em-um-so-produto/

Imagem 1 Imagem 21_9 Imagem 1 Imagem 1 Imagem 1 Imagem 21_13













Ver todas as notícias